A ascensão das redes sociais mudou drástica e rapidamente as relações interpessoais e, consequentemente, a maneira como organizações e empresas se apresentam e se comunicam com a sociedade.

Se no início portais como Twitter ou Facebook eram vistos como ferramentas virtuais de relacionamento com os amigos, atualmente eles são parte quase obrigatória de estratégias de comunicação e marketing tanto pessoal como empresarial.

E expor opiniões e crenças nas redes sociais requer cautela, pois um passo errado pode colocar em risco a boa imagem profissional ou corporativa que se levou anos para construir.

O seu chefe também está conectado

Mesmo pressupondo informalidade, é importante manter um relacionamento sadio com os contatos de redes sociais. Como elas se transformaram em fonte de informação sobre interesses e opiniões, quem está conectado está sob observação constante.

Por isso, colaborador, muito cuidado com o que anda postando, pois o seu chefe está de olho e um comentário infeliz pode render o seu emprego! A principal regra é não falar mal da empresa onde trabalha ou mesmo da função que exerce. Atenção também com as informações relacionadas ao cargo, como dados sigilosos, sob o risco de ser demitido por justa causa.

Aproveite o espaço para falar de seus projetos, objetivos de vida e de carreira e até mesmo compartilhar informações relevantes à sua área de atuação. Isso é importante para estreitar o relacionamento com colegas de profissão e até mesmo com o seu chefe.

O acesso às páginas pessoais em horário de expediente também deve ser realizado comedidamente, desde que seja extremamente importante para o trabalho que esteja realizando e sempre seguindo as normas estabelecidas pela empresa para sua utilização.

Para quem ainda está procurando emprego, valem as mesmas regras, até porque cada vez mais empresas têm utilizado essas novas mídias para encontrar profissionais e, a partir delas, complementar as informações repassadas durante a entrevista, por exemplo.

Lembre-se: só escreva o que você tem plena convicção e depois de se certificar que isso não te prejudicará no futuro. Aproveite o espaço para mostrar o melhor de você!

Empresas on-line

A mudança nas relações que a internet vem provocando ao longo dos últimos anos também atingiu o ambiente corporativo, que pode colher bons frutos com as redes sociais tanto internamente como nas relações com o cliente final.

No ambiente de trabalho, é preciso disseminar entre os colaboradores parâmetros de comunicação, já que eles são vozes ativas da empresa nessas redes de relacionamento e se não orientados incorretamente, podem abalar o bom posicionamento da marca no mercado. Com uma boa gestão, os membros da equipe podem promover o intercâmbio positivo de informações da empresa na web.

O ideal é que, em conjunto com a equipe, os gestores elaborem normas de difusão de informação, proibindo comentários preconceituosos e ofensas a colegas de trabalho ou mesmo à concorrência, além de informações sigilosas. As sanções para os que tiverem uma postura inadequada nessas redes também devem estar claras para todos.

Enfim, as empresas precisam adequar suas políticas de recursos humanos no sentido de aproveitar todos os benefícios que as redes sociais podem angariar para a empresa, tanto em termos de relacionamento interno como de comunicação do negócio com o mundo.